O que a economia criativa tem a haver com o seu negócio? Conheça mais sobre economia criativa e seu papel na relação corporativa. O aumento da competitividade, a sobrevivência no mercado e a necessidade de redução de rotatividade de colaboradores qualificados é o grande desafio empresarial em nosso momento. A criatividade, grande companheira da economia criativa, propõe um caminho de desenvolvimento para a necessidade de diversificar produtos, antecipar demandas, recrutar e reter bons empregados, melhorar a qualidade de produtos e serviços e a visão no mercado algum destaque diferencial. A valorização de intangíveis como bem estar, respeito, participação, comprometimento estabelecendo uma balança equilibrada com a atividade profissional faz com que estes bens intangíveis tenham o mesmo valor na avaliação pessoal comparativa com o salário formal, criando um universo atraente para permanência, trazendo consequentemente, aumento de produtividade. Nossa apresentação propõe um esclarecimento sobre este assunto hoje mundialmente discutido, item de destaque dentro da Agenda 21 da Cultura da Unesco, principal foco de investimento em países como a Dinamarca, Reino Unido, Espanha e outros, e em debate nas maiores corporações empresariais brasileiras (Ex.: apoio da FIESP de São Paulo aos Seminários Internacionais de Economia Criativa, investimento do SEBRAE na área). Conheça um pouco mais e veja como a criatividade pode ser aliada de sua empresa na busca de soluções de problemas e de desenvolvimento.